Gabriel Medina está fora da etapa de Teahupo'o por não estar vacinado contra a Coivd-19

O surfista brasileiro contou ontem em suas redes sociais que não participará da etapa por não ter sido imunizado contra a Covid-19 e teria que cumprir 10 dias de quarentena após a etapa do México (tempo menos do que a janela entre as duas etapas)


Na última quarta-feira (04), Gabriel Medina anunciou em LIVE na Twitch, que irá perder a última etapa do Circuito Mundial de Surf, no Tahiti, onde Medina tem seu melhor histórico de competições e é o atual vice-campeão.


O motivo, foi o fato de Medina ainda não ter se vacinado (o COB ofereceu vacinas a atletas que foram a Tóquio de modo que a escolha de tomar ou não o imunizante fosse de cada um deles) e por não estar imunizado, o surfista teria que cumprir 10 dias de quarentena ao chegar no Tahiti após a etapa do México, o que não seria possível: a janela de disputa no México será entre os dias 10 e 19 de agosto; e a de Teahupoo, entre os dias 24 de agosto e 3 de setembro.

"Eu não vou para Teahupoo porque não tomei a vacina, aí tem que fazer 10 dias de quarentena. Aí não dá tempo de ir do México para lá, porque é uma seguida da outra. Vou ser obrigado a não ir, sacanagem. Mas de boa. Eu posso descartar uma etapa, então está de boa" - disse ele.

Medina é o líder isolado do Ranking depois de seis etapas corridas com 46.720 pontos (mais de 13.000 pontos na frente do 2º colocado Ítalo Ferreira) e por isso, a ausência na última etapa não seria um problema para a sua classificação na WSL FINALS, que será em Trestles na Califórnia.


170 visualizações