• Fernanda Bahia

Surf e Gravidez: Conheça as mais novas mamães surfistas

Conheça as três grandes surfistas brasileiras que tiveram seus filhos na mesma semana. Claudinha Gonçalves, Marina Werneck, Nicole Pacelli mostraram que surf e gravidez podem combinar sim

No segundo semestre de 2019, Claudinha Gonçalves, Marina Werneck e Nicole Pacelli anunciaram que estavam grávidas em suas respectivas contas no Instagram. Nessa semana, os filhos das três surfistas nasceram, com apenas alguns dias de distância. Nicole Pacelli pariu Rudá no dia 13 de fevereiro. Claudinha foi a segunda, no dia seguinte, 14 de fevereiro, e trouxe Clara ao mundo. A filha de Marina Werneck, Moana, veio no dia 16 de fevereiro.


@jumartinss | @swellnobrega | @cassolfelipe

As três surfistas compartilharam bastante esse momento de gravidez nas Redes Sociais e todas mostraram que continuaram surfando, mesmo com o barrigão. Marina e Claudinha continuaram surfando até cerca de 8 meses de gravidez, e contaram como precisaram aumentar a prancha que usavam, para uma maior, com mais flutuabilidade, para caber a mãe e o bebê na barriga. Nicole, por surfar de Stand-Up Paddle não precisar deitar-se para remar e não teve tanta necessidade de se adaptar com uma prancha tão diferente.


Falando mais sobre essa incrível coincidência que ajudou a quebrar paradigmas sobre gravidez e surf, acompanhá-las nessa jornada pelas redes sociais foi uma verdadeira aula.

Fotos: @swellnobrega | @anacatarinaphoto | @jumartinss

Claudinha, inclusive, compartilhou em um post no seu Instagram, outras dificuldades que enfrentou e o porquê de ter continuado a surfar. Além de falar um pouco da alegria que foi a experiência de surfar com Clara na barriga., na legenda, ela diz que como o surf é algo que ela praticou sua vida toda, para ela não havia riscos em continuar surfando. Mas o esporte não é recomendado para qualquer mulher grávida, é essencial que isso seja analisado caso a caso, e acompanhado por um médico de confiança. Marina e Nicole também contaram um pouco da escolha de continuar surfando em suas mídias sociais, principalmente pelo Instagram. Nicole, inclusive, surfou e ganhou uma medalha de bronze nos Jogos Pan Americanos, já com o filho na barriga. Quando comentou sobre o fato, depois de voltar do Pan, ela contou que primeiro conversou com sua médica, que apoiou a participação dela e deu total confiança.

Normalmente, a recomendação dos médicos é de que o exercício físico seja evitado, ou seja mais leve nos primeiros meses da gestação. Isso porque esse é o período considerado de risco. A partir do quarto mês, não existe um consenso quanto à prática do surfe, mas segundo o que é relatado pelas surfistas grávidas, é necessário o bom senso. O importante é conhecer seus limites e compreender como esse esporte pode afetar o período, seja negativa ou positivamente.


Mas o fato é: Essa semana surgiram mais três novas mamães surfistas e não podíamos deixar de parabenizá-las. Não vemos a hora para, em breve, vermos Rudá, Clara e Moana compartilhando todo o amor que vocês tem pelo mar com vocês. ♥

35 visualizações
Untitled

 Canal Surf Storm ©2020

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon