• Fernanda Bahia

Conheça os vencedores do Prêmio Brasileiro de Ondas Grandes 2020

Na noite dessa sexta-feira, 13 de novembro, aconteceu o evento de premiação do Big Wave Awards Brasil, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. O prêmio selecionou as melhores (e maiores) ondas surfadas no Brasil em 2020 em 10 categorias, onde foram inscritas mais de 200 ondas. Além disso, com o apoio da Lola Cosmetics, ofereceu "equal pay" para as categorias feminina e masculina. O Canal Surf Storm estava presente para cobrir o evento e conversar com os grandes campeões da noite.

Os grandes vencedores da noite foram Pedro Calado e Michaela Fregonese, que ganharam a principal categoria da noite: Onda do Ano. Ambos ganharam uma premiação em dinheiro e uma passagem para Nazaré, Portugal, para continuarem investindo no surf de ondas grandes. Michaela venceu também a categoria de Melhor Onda na Remada (Surf), e comemorou a sua passagem e a premiação igual para homens e mulheres:

"Eu acho que não poderia ser melhor para o surf feminino, do que a gente poder receber igual, porque a gente surfa as mesmas ondas, então a gente merece, né."
Prêmio Lola Onda do Ano: Michaela Fregonese em Laguna, SC

Pedro Calado, que venceu a principal categoria da noite conversou com o Canal Surf Storm, depois de levar o prêmio, e comentou sua temporada no Brasil e os swells que surfou na praia de Itacoatiara, em Niterói, cidade vizinha ao Rio de Janeiro, onde pegou a onda ganhadora do prêmio:

"Esse ano eu quis focar em Itacoatiara, comecei a ir para lá em março, logo ali no início. Eu fui com o Erick de Souza, pra mim um dos maiores surfistas do mundo, do Brasil com certeza. E eu vi que ele estava se destacando, pela movimentação de Itacoatiara, por ser um beach break. E eu fui vendo ele, a gente fez várias sessões juntos, ele pegava muita onda boa, e eu fui observando e aprendendo também." Comentou o surfista.

Calado comentou ainda do dia do swell da onda que venceu o prêmio:

"Eu fui sozinho, acreditei com a Yana Vaz, ela me pegou em casa, eu estava sem carro. E graças a ela, em praticamente todos os swells assim, tenho que agradecer muito a ela, que ela que me buscou e falou para irmos produzir. E Itacoatiara é isso, pra mim uma das ondas mais fortes do Brasil, em termos de força, power mesmo."

Na categoria Melhor Onda na Remada Masculina, foi Bruce, filho de Ricardo Bocão quem levou o prêmio. O pai, lenda do surf carioca de ondas grandes, foi quem entregou o prêmio e parecia mais nervoso que o próprio filho. Bruce comentou, em entrevista, a influência do pai na sua trajetória:

"Meu pai é minha inspiração total, desde pequeno vendo foto, vídeo, dele em Waimea, três vezes convidado pro Eddie Aikau, primeiro brasileiro convidado pro Eddie Aikau. Desde os 15, 16 anos surfando Waimea com ele, ele me botando nas ondas grandes, aqui no Rio e no Hawaii. Sem ele eu não estaria aqui, ganhando prêmio, sendo finalista, eu não estaria nem surfando se não fosse ele. Devo tudo a ele e a minha mãe, minha família é a base para eu conseguir tudo isso."

Nas categorias feminina e masculina do Bodyboard, a onda do Leopoldo Neves foi a campeã, entre os homens. A imagem, que viralizou na época do seu registro naquele épico "PipeLeme", foi feita pelo fotógrafo e filmaker Henrique Pinguim e garantiu o prêmio. Leopoldo comentou o momento em que percebeu que a imagem havia viralizado:

"A onda teve uma repercussão incrível, gigantesca no mundo do esporte. Eu lembro que, nesse dia, o Pinguim, que conseguiu pegar um ângulo maravilhoso da onda, perfeito. Ele saiu do mar e já postou, direto da câmera, a imagem. E ai a gente voltou pra água. Quando a gente saiu, a gente não acreditou na proporção que a onda tinha tomado. Ficamos abismados, porque eu nunca tinha visto isso acontecer antes."

A categoria feminina viu a veterinária Jeane Abby campeã, e a atleta se demonstrou surpresa, já que o surf é apenas um hobbie. Ao receber o prêmio, de R$1000,00 em dinheiro para ela e R$500,00 para Andrea Motta, que registrou a onda, Jeane Afirmou que o prêmio seria dividido entre as duas igualmente. Jeane falou ainda da falta de fotógrafos e filmakers registrando as ondas femininas, principalmente no bodyboard:

"Espero que, na verdade, os fotógrafos comecem a olhar mais para as surfistas femininas, e principalmente bodyboarders, porque eu acho que sempre foram meio esquecidas. Então, a minha luta na verdade é essa, independente se é a maior ou a melhor, mas que tenham fotos, uma resposta nossa, porque de uma forma geral não tem. Tanto que a Andrea é uma das poucas que sempre tirou fotos minhas, então faço questão de dividir esse prêmio com ela."

O Prêmio Brasileiro de Ondas Grandes uniu surfistas de todas as modalidades para uma noite de festa, com todos os cuidados devido a pandemia do coronavirus. Outros atletas prestigiaram o evento, e comemoraram o crescimento do surf de ondas grandes no país, depois de uma temporada de muitos swells e os atletas, que normalmente passam a temporada fora do Brasil, aproveitando os picos e correndo atrás das maiores ondas em casa.


Confira os campeões de cada categoria - e para saber quem eram os finalistas, clique aqui:

Melhor Onda Stand Up: Marcio "Grillo", em Maresias, SP, com o fotógrafo e filmaker Flávio Sinkus.

Melhor Onda Kitesurf: Denis Voldman, na Barra da Tijuca, RJ.

Melhor Onda Bodysurf: Breno Diniz, no Leme, RJ, com imagem da equipe da Quick Click.

Melhor Onda Bodyboard - feminino: Jeane Abby, na praia de Grumari, RJ, com imagem de Andrea Motta.

Melhor Onda Bodyboard - masculino: Leopoldo Neto, na praia do Leme, RJ, com o fotógrafo e filmaker Henrique Pinguim.

Melhor Onda na Remada (surf) - feminino: Michaela Fregonese, em Laguna, SC, com imagem do Damon Michellepis.

Melhor Onda na Remada (surf) - masculino: Bruce Rubim, no pontão do Leblon, com o videomaker Daniel de Bellis.

Vaca do Ano: Valentin Neves, em Saquarema, RJ, com imagem de Leonardo Neves.

Prêmio Lola Onda do Ano: Michaela Fregonese, em Laguna, SC, com imagem do Damon Michellepis.

Onda do Ano: Pedro Calado, em Itacoatiara, RJ, com imagem de Teo Cury.



66 visualizações
Untitled

 Canal Surf Storm ©2020

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon