QS 6000 em Fernando de Noronha 2019 - Conheça os favoritos à levar a etapa

A lendária Cacimba do Padre voltará a ser palco de uma etapa do Mundial de Surf após 7 anos fora do calendário da WSL. O QS 6000 será a etapa mais importante de 2019 até então, onde o vencedor deve assumir a ponta do ranking da divisão de acesso do surf mundial.

A partir desta terça-feira (19/02), após um susto com um ataque de tubarão na última semana no pico que rolará a etapa, acontece a volta do tão esperado QS em Fernando de Noronha, o Oi Hang Loose Pro Contest. O evento terá pontuação de 6000 pontos pelo Qualifying Series (QS), a divisão de acesso do surf mundial. Noronha não recebia um campeonato mundial desde 2012, onde a praia da Cacimba do Padre, uma das ondas de melhor qualidade do país, era destino certo no calendário da WSL. Os dois últimos vencedores em Noronha foram brasileiros: Alejo Muniz e Miguel Pupo, e ambos estarão competindo no Oi Hang Loose Pro 2019.


O QS 6000 de Noronha contará com mais de 130 surfistas de 19 países e vários estados do Brasil, onde o vencedor assumirá a ponta do QS, nesse que é o evento com maior pontuação no ano até o momento pela Divisão de Acesso do Mundial. Diversas estrelas do surf mundial confirmaram presença e algumas delas são cotadas como favoritas para a competição, confira:


Bicampeão Mundial na área: Gabriel Medina

O brasileiro, agora bicampeão mundial de surf, Gabriel Medina, voltará a competir uma grande competição oficial, desde o seu título mundial no ano passado, no QS de Noronha!


Medina sem dúvidas é uma das maiores atrações da etapa e é o grande favorito, afinal, é o atual campeão mundial de surf, "joga em casa" e vem de um ótimo momento.





Melhor surfista de 2018: Ítalo Ferreira

O potiguar terminou o ano de 2018 em 4º colocado na elite mundial do surf e fez o melhor ano de sua carreira (inclusive, eleito o melhor surfista de 2018 pela conceituada Stab Magazine).


Vai participar do QS de Noronha sendo a grande estrela junto de Gabriel Medina, e com certeza vai dar show, já que estará praticamente em casal, pois é o maior nome do surf nordestino em ação na atualidade e vai ter uma torcida forte a seu favor.


Ataque aéreo: Yago Dora e Mateus Herdy


Dois brasileiros que certamente também vão dar show de surf: Yago Dora e Mateus Herdy.


Jovens e com estilo de surf muito agressivo, é certeza de surf moderno, progressivo e, claro, se as ondas favorecerem, show de aéreos!


Seria um belo inicio de ano levar o primeiro grande QS do ano, não é mesmo?




Olho nos gringos: Mason Ho, Jack Robinson e Joan Duru


Como todo bom show, a rivalidade na água tem que ter os "azarões" da galera que vai jogar em casa e esses três nomes vem em peso para estragar a alegria da torcida brasileira em Noronha.


Mason Ho, havaiano experiente. Jack Robinson, vem de uma vitória no Volcom Pipe Pro e Joan Duru, experiente surfista francês que estava no último QS que rolou em Noronha, em 2012.


Três grandes surfistas e exímios tuberiders que podem dar muito trabalho caso as ondas da Cacimba formarem seus famosos cilindros perfeitos. Olho neles!


Essa é nossa aposta para o QS 6000 de Fernando de Noronha galera, será um grande evento e de muita expectativa pela qualidade das ondas da Cacimba do Padre, e também pelo fato do vencedor começar o ano com uma boa pontuação e encaminhar sua classificação para a elite do surf mundial, o WCT.


Os primeiros dias parecem ser os melhores pela previsão, mas esperamos uma melhora nas condições do campeonato, cuja janela vai até domingo (24/02)! Que venha um show de surf e que os brasileiros quebrem tudo em Noronha! Aloha.


Ricardo Roldan - Resenha do Surf

149 visualizações
Untitled

 Canal Surf Storm ©2020

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon