• papodesurfista

Qual a melhor Rabeta para a sua prancha de surf?

Para responder essa e outras perguntas relacionadas a escolha da rabeta ideal para a sua prancha, seja você iniciante ou um intermediário, chamamos os especialistas em Pranchas de Surf Lucas e Gabriel do @papodesurfista que separaram um passo a passo para você entender cada estilo de rabeta e saber escolher a rabeta ideal para a sua prancha!



Com tantas opções por ai, como escolher?

Existem tantos tipos de rabetas por ai que fica até difícil escolher, não é verdade?


Mas será que a rabeta é só um fator estético e de preferência do surfista?


Você sabe exatamente qual a diferença que cada rabeta faz para o surf e qual deve realmente escolher?


O fato é o seguinte, que com tantas opções e variações, fica difícil sabermos qual vai ser a melhor para a nossa prancha, ou qual vai ajudar mais em algum tipo de evolução que queremos ter.


Além disso, existem muitos materiais na internet que falam sobre rabetas mas que na verdade não esclarecem nossas dúvidas, e as vezes mais confundem do que ajudam.


Na engenharia, nós costumamos aplicar metodologias e lógicas em tudo por uma razão: facilitar, automatizar e otimizar processos.


Mas fica tranquilo que eu não vou falar sobre ciência da NASA com você aqui hahaha.


Na verdade, eu vim aqui te revelar um passo a passo de 3 etapas simples que eu utilizo para avaliar sempre quando vou escolher uma rabeta para mim ou para algum aluno meu.


E na minha sincera opinião, o terceiro passo é o mais importante de todos.


Com esses três passos, você vai ter uma visão mais assertiva de o que a rabeta vai te proporcionar e como pode te ajudar dentro d´água.


Só preciso te adiantar uma coisa: no final desse artigo eu deixei uma pequena surpresa que eu tenho certeza que você vai se amarrar!


Então, leia ele até o final para ter acesso a surpresa que deixei com muito carinho aqui para você, beleza?


Então, vamos aos passos?


1. Tamanho das ondas



Cada rabeta vai proporcionar um volume e área diferentes na região traseira da prancha.

Se você estiver em uma onda pequena demais, com pouca força e a área de rabeta da sua prancha for pequena, a sua sustentação dinâmica quando estiver em cima da prancha é muito baixa, fazendo você atolar na onda.


Se a onda for grande demais e sua rabeta tiver muita área, você vai sentir dificuldade de cavar e colocar a borda da prancha na água, uma vez que a força da sustentação é muito grande devido a força e velocidade da onda.


Então podemos teorizar uma regra simples: Rabetas largas são melhores para gerar velocidade e projeção em ondas mais fracas. Rabetas mais estreitas são melhores para gerar segurança nas cavadas em ondas mais fortes.




2. Tipo de Mar



Qual o tipo de mar que você vai pegar com essa prancha? Ela é sua prancha do dia a dia? Vai pegar ondas cheias, ou você adquiriu ela para levar em uma viagem para pegar altos tubos?


Perguntas como essas são importantes para definir qual o objetivo da prancha.


Se você usar uma rabeta que não te fornecer segurança suficiente na cavada e você surfar ondas mais potentes e tubulares, você vai ter dificuldade e sua prancha não irá te ajudar.


Claro que, pelo fato de a maioria de nós surfa em fundos de areia, nós estamos a mercê da natureza e podemos pegar mares de ondas cheias ou tubulares.


Por isso em caso de pranchas do dia a dia, eu sempre uso rabetas que possuem um certo equilíbrio de manobrabilidade, projeção e segurança, como por exemplo a Squash e a Round.


Se esses termos pareceram um pouco estranho, fica tranquilo. Continua lendo que lá no final eu deixei uma surpresa que pode te ajudar nisso.


3. Estilo de Surf


Exemplos de um surf mais radical (imagem de cima) e de um mais de linha (debaixo)

Esse para mim é o mais importante, porque é relacionado com o tipo de sensação que você quer ter na água. Afinal, o mais importante do surf é se divertir não é mesmo? Então a prancha tem que te proporcionar a sensação que você espera dela.


Agora, por que eu falo isso?


Porque existem rabetas que vão te ajudar a ter um estilo mais radical, surf mais quebrado e de batidas radicais. Outras vão te ajudar quando você quer performar um surf de linha, cutbacks bem polidos e um surf mais de base.


“Po Lucas, como vou saber qual é meu estilo?”


Basta olhar que tipo de manobras você gosta ou gostaria de executar.


Eu por exemplo gosto de um surf com batidas mas um pouco mais de base, então eu costumo usar muito rabetas que me proporcionem isso, como a Squash e a Round.


Não gosto muito de usar rabetas muito soltas como a Square ou a Diamond, pois elas mudam de direção muito rápido e acabo perdendo o estilo e sensação que eu gosto no mar.


Seguindo esses três passos, ou análises se preferir, tenho certeza que você vai conseguir identificar a melhor rabeta para o seu surf, ou as melhores rabetas.


Agora você pode estar se perguntando, “po Lucas, maneiro esses passos. Mas como vou identificar cada um desses passos em cada rabeta?”


Para isso, eu separei uma surpresa para você.


Eu escrevi o Guia Definitivo de Rabetas totalmente gratuito que faz análise desses 3 passos para os 8 tipos de rabetas mais comuns no mundo do surf.


Nesse guia você vai conseguir analisar esses três passos de forma rápida e conseguir finalmente escolher a rabeta certa para sua prancha de surf e para seu objetivo.


Clicando no link você não só irá baixar de forma gratuita o Guia Definitivo de Rabetas, como também passará a participar na lista exclusiva de Locais do Papo de Surfista.


Nessa lista eu vou divulgar materiais exclusivos e mais bem trabalhados apenas para os surfistas comprometidos a evoluir mais, pegar mais ondas e se divertir mais no mar.


Clique e faça o download gratuito do Guia Definitivo de Rabetas


Agora, antes de terminar esse artigo eu gostaria de dizer uma coisa, se você é um surfista iniciante ou intermediário iniciando nas pranchinhas, eu recomendo que você sempre opte por rabetas mais "padrão" e versáteis.


Rabetas muito alternativas com wings muito loucos só vão atrapalhar e dificultar sua evolução.


Espero que você tenha gostado desse conteúdo que fiz com muito carinho para você surfista!


Muito obrigado por ter lido até aqui e espero que tire o maior proveito do Guia a dos materiais exclusivos e eu vou te enviar através da lista!


Bons ventos e boas ondas sempre!



Autores: Lucas e Gabriel

Saiba mais em: @papodesurfista

366 visualizações
Untitled

 Canal Surf Storm ©2020

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon