• Fernanda Bahia

O retorno das competições nacionais com o CBSurf Pro Tour 2020

A primeira etapa do circuito brasileiro profissional de surf, da Confederação Brasileira de Surf, rolou nessa semana, nos dias 27 a 29 de outubro, na Praia Grande, em Ubatuba, SP. O primeiro dia de competição definiu a vencedora da primeira etapa do circuito, e hoje o campeonato terminou com a final masculina. Bianca Summer Macedo e Marcos Corrêa foram os grandes campeões.

Marcos Corrêa e Bianca Macedo

Foto: Daniel Somrigo


O destaque do feminino ficou para a campeã, Bianca, que mora no Hawaii e tem dupla cidadania. Essa foi a primeira vitória de Bianca no Brasil, que fez sua final contra a cearense, erradicada no Rio de Janeiro, Yanca Costa, e venceu de virada nos minutos finais da bateria. A atleta se mostrou forte durante toda a competição e contou que:

"Venho treinando bastante e agora quero buscar esse título brasileiro, que será bem importante, porque aqui tem muita atleta boa"
Bianca, Yanca, Suelen e Sophia no pódio do CBSurf Pro Tour 2020 | Foto: Daniel Smorigo

Yanca, que conquistou o vice na véspera do seu aniversário, comentou estar feliz com a sua colocação, já que seu objetivo era chegar na final e continuar correndo pelo título de campeã nacional em 2020. No pódio estavam ainda a veterana, local de Ubatuba, Suelen Naraísa, e a grommet, também de São Paulo, Sophia Medina.


Já o masculino, que começou ainda na terça-feira e terminou hoje, quinta-feira, teve como destaque, nas primeiras baterias da competição, o surfista Marcos Corrêa, que fez o maior somatório e a maiores notas da etapa. Foi ele o grande campeão nesta quinta-feira, depois de manter um surf consistente em todas as suas baterias.


Marcos afirma que essa vitória "tinha que chegar", já que treinou muito durante o intervalo das competições, devido a pandemia da covid-19. E ainda afirmou:

“Agora é buscar o título. O foco continua o mesmo, sempre. Treinar cada vez mais forte e se Deus quiser, vai dar tudo certo”

A final masculina foi toda de paulistas, e Marcos competiu a final contra o também atleta de Santos, Edgard Groggia, com quem treina no CT de Quebra Mar. Edgard falou sobre a dobradinha santista no pódio:

“Estou super feliz por ter ficado em segundo, mais feliz pelo meu amigo Marquinhos, que estava surfando demais. No final tive de mudar a tática para garantir o meu segundo. Depois do Covid-19 ter parado as competições, focamos muito nos treinos e essa dobradinha é resultado disso."

Em terceiro lugar, o surfista do circuito mundial, Wigolly Dantas, que competiu em casa, deixou em quarta colocação o atleta de São Sebastião, Igor Moraes. Wigolly, que conquistou a mesma colocação da sua irmã, Suelen Naraísa, na competição, comentou de um novo patrocínio, da Greenish, e do seu objetivo de voltar para o CT o mais rápido possível.

Marcos, Edgard, Wigolly e Igor no pódio do CBSurf Pro Tour 2020 | Foto: Daniel Smorigo

O presidente da CBSurf, Adalvo Argolo, adiantou, durante o evento, as próximas etapas do circuito, que vão acontecer no Ceará, em novembro, e na Bahia, em dezembro. Os campeões do Longboard, Junior e do surf de água doce também serão definidos, e o surf terá mais sete eventos nacionais, até o final do ano.

15 visualizações
Untitled

 Canal Surf Storm ©2020

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon