Temporada do CT 2021 chega ao fim em Barra de la Cruz no México

Dois campeões inéditos na temporada de 2021 foram consagrados em Barra de la Cruz, no Corona Open Mexico apresentado pela Quiksilver: os australianos Jack Robinson e Stephanie Gilmore.



Enquanto no masculino vimos alguns nomes novos chegando as semifinais da etapa, no feminino, veteranas fizeram uma boa etapa. Na final, Jack Robinson enfrentou o brasileiro Deivid Silva e, pela primeira vez no ano e segunda na temporada, um brasileiro não ganhou a etapa do CT. A diferença no somatório dos dois foi de apenas 0.02 em uma disputa acirradissima.

Mateus Herdy em Barra de la Cruz, no México
Mateus Herdy em Barra de la Cruz, no México | Foto: WSL/Heff

Ainda nas semis, o wildcard Mateus Herdy foi eliminado pelo australiano, enquanto Deivid Silva venceu de Leonardo Fioravanti. O confronto marcou o melhor resultado dos dois em etapas do tour mundial.


Já na final feminina, Stephanie enfrentou a havaiana Malia Manuel, que terminou a temporada entre as top10 do ranking.


Antes dela, Steph competiu contra a tetracampeã mundial Carissa Moore em um duelo de gigantes. Malia eliminou Sally Fitzgibbons nas semifinais.


A etapa aconteceu em rápidos quatro dias, e muita coisa aconteceu nesse curto período de tempo. Inclusive o cancelamento do que teria sido a última etapa do CT, em Teahupo'o, no Tahiti. Com isso, as decisões de top5 surfistas que iriam competir em Trestles no Finals Day e os surfistas que seguem no tour mundial na próxima temporada, foram decididos no México mesmo.


O Brasil perdeu alguns nomes nas reclassificações para a próxima temporada do Tour Mundial. A princípio Caio Ibelli, Peterson Crisanto e Alex Ribeiro estão de fora no CT 2022, mas ainda não está claro como ficam as vagas dos nomes que anunciaram suas aposentadorias esse ano.

Entre os aposentados, Adriando de Souza recebeu uma homenagem após surfar, no México, sua última onda com uma lycra do CT. O surfista foi aplaudido pela seleção brasileira do surf, a "tempestade brasileira" e se emocionou na areia. Jeremy Flores e Julian Wilson também devem se afastar do tour mundial temporariamente.


Quanto às finais de Trestles, no masculino, os três primeiros do ranking são brasileiros: Gabriel Medina, Italo Ferreira e Filipe Toledo. O rookie Morgan Cibillic e Conner Coffin fecham os confrontos das finais em Trestles.



No feminino, temos Carissa Moore, atual campeã mundial, em primeiro. A brasileira Tati Weston-Webb também garantiu o top5, e vai na segunda colocação para a Califórnia. Em terceiro a americana Sally Fitzgibbons, Stephanie Gilmore em quarto e em quinto Johanne Defay.


Os Finals Days em Trestles irão decidir o campeonato mundial feminino e masculino em um confronto que vai funcionar da seguinte maneira:

Bateria 1:

do ranking vs. do ranking - ou seja:

Johanne Defay vs. Stephanie Gilmore

Conner Conffin vs. Morgan Cibillic


Bateria 2:

Campeão bat.1 vs. do ranking - ou seja:

_________ vs. Sally Fitzgibbons

_________ vs. Filipe Toledo


Bateria 3:

Campeão bat. 2 vs. do ranking - ou seja:

_________ vs. Tati Weston-Webb

_________ vs. Italo Ferreira


Bateria final:

Campeão bat. 3 vs. 1º do ranking - ou seja:

_________ vs. Carissa Moore

_________ vs. Gabriel Medina


A competição que vai decidir o campeonato mundial de 2021 vai acontecer na janela entre os dias 9 e 17 de Setembro, em Lower Trestles, na Califórnia.

33 visualizações